Sobre este blog

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Delicadeza e contemplação

A nova coleção de joias da D'Or, grife autoral da designer Silvia Badra, é fruto de sua viagem ao Japão e reflete sutileza na incorporação de cores dos jardins japoneses e das sedas dos kimonos das Gueixas, na escolha de pedras preciosas que fazem contraponto ao ouro.
Silvia chamou de Meisou sua nova coleção, palavra que significa contemplar, meditar. É esse estado etéreo que ela desejou envolver sua criação. "A deferência a qualquer pessoa marca a delicadeza e a sutileza, não só nas relações, mas também naquilo que fabricam e usam, imersos no silêncio contemplativo e no respeito com a natureza, impressionantemente reflexivo", pondera a designer ao se referir à cultura japonesa, que procurou trazer essa experiência para seu processo criativo.
Esses aspecto subjetivo trouxe para peças minimalistas, como pingentes com ideogramas, anéis elaborados com fios de ouro, formando tsurus, como se tivessem sido feitos por dobraduras de origamis. Tsuru é ave sagrada do Japão, da família dos grous. É símbolo de saúde, boa sorte, felicidade, longevidade e fortuna. É um dos origamis mais tradicionais. 

Amor à cultura nipônica

Para apresentar suas novas peças em Brasília, Silvia Badra reuniu talentos que admiram a cultura e tradições estéticas do Japão, como o artista plástico Gabriel Ribeiro, autor da colagem abaixo. 
Silvia escolheu o restaurante OMA Japanese Experience e apresentará a Meisou Collection nesta quinta-feira, dia 17 de agosto, com a participação de Julio Adnet, com mini árvores inspiradas nos bonsais, e de Gabriel Ribeiro, com seus trabalhos que mesclam bricolagem e arte digital, em que desconstrói imagens antigas de gueixas com intervenções de elementos da natureza.

Meisou Collection lançamento
Restaurante OMA
411 Sul, das 17h às 20h30

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Flamenco inspira noivas

A cultura cigana, o Flamenco, as raízes do sul da Espanha, com sua confluência de povos, são influências da “La Dama” Collection, que Fernando Peixoto e Patrick Noronha lançam dia 22 de agosto, na Mansão dos Arcos , em Brasília. 

Seus criadores, relatam o clima que envolveu a criação de 22 vestidos de noiva, em que o coração acompanhou o compasso agitado do sapateado gitano: "Inflamadas pelo calor da dança e sensualidade das ciganas, as bailarinas de Andaluzia, sul da Espanha e berço do Flamenco, inspiram diferentes artes pelo mundo. A riqueza dos sons da guitarra, o canto de dor e sofrimento e o sapateado forte das mulheres têm raízes formadas por diferentes civilizações, como os Mouros, Judeus e, principalmente, os Ciganos, que se estabeleceram na Espanha por volta de 1425 d.C., permitindo a integração com o folclore andaluz. A paixão, a entrega e a força da dança espanhola engrandeceram o Flamenco a ponto de torná-lo patrimônio cultural imaterial da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco)".
“La Dama conta a história de um amor visceral, uma paixão tão calorosa que se torna um suplício. Utilizamos a força do Flamenco e todo o romance andaluz para criar vestidos fortes, para mulheres que fazem do amor e do desejo um pulsar em suas vidas”, explicam os estilistas. Os 22 modelos de La Dama nasceram do verdadeiro espírito flamenco e trazem elementos como saias de gume godê em camadas e babados com textura jabô, emprestando aos vestidos o movimento da dança. Rendas, brilhos, bordados em arabescos desenham sobre o off white, champanhe, prata e até o vermelho, associado ao fogo, ao sangue, ao coração, ao desejo e atração. Decotes ombro a ombro e transparências, sobre silhueta feminina bem modelada e em corte sereia, com cauda mediana.

Fotos: Fernando Veler

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Veja anuncia os escolhidos da gastronomia de Brasília

Veja Comer & Beber Brasília premiará os nomes que seu juri escolheu como os melhores da cidade na próxima quarta-feira, 18 de agosto, e lançará, além da 14ª edição do seu guia gastronômico, o festival Menu Veja Comer & Beber, em que 23 estabelecimentos irão oferecer um cardápio em três etapas com preços reduzidos no período de 21 de agosto a 17 de setembro. 
A noite de Veja acontecerá no Dúnia City Hall, no Lago Sul, quando será conhecido o resultado das indicações do juro composto por personalidades da cidade nas categorias Comidinhas (Café, Doceria, Hambúrger, Padaria, Salgado, Sorvete); Bares (Boteco, Cozinha de Bar, Carta de Cervejas, Música ao Vivo, Para Paquerar) e Restaurantes (Carne, Italiano, Oriental, Peixes e Frutos do Mar, Pizzaria, Variado, Restaurante Revelação, Chef da Cidade e O Melhor da Cidade). 

O Menu Veja Comer & Beber, apresentado pelo Santander, será composto por um cardápio fixo em três etapas: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 49,90, no almoço, e R$ 64,90, no jantar (serviço não incluso).

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Temperos do quintal é o tema da Restaurant Week

A 17ª edição do Brasília Restaurant Week começa nesta sexta-feira, 28 de julho, com a participação de 70 restaurantes da cidade. O festival foi lançado na quarta-feira com a presença do realizador da versão brasileira do evento, Fernando Reis, em um jantar para a imprensa oferecido pelo chef Flávio Leste, no restaurante Villa Tevere. Os menus de três pratos, criados seguindo o tema "temperos do quintal: ervas, especiarias e sementes, podem ser degustados até 20 de agosto.
Penne Isola di Capri, ao molho cremoso de limão siciliano com camarões e lulas ao “aglio i olio” flambados em Limoncello 
Com 10 anos de Brasil, a  edição da Capital Federal reúne alguns dos melhores restaurantes da cidade, proporcionando oportunidade a um público novo de conhecer essas casas. Em Brasília além do Menu Tradicional, a R$ 43,90 (almoço) e R$ 54,90 (jantar), há também o Menu Plus, no qual os chefs tem maior liberdade para criar e usar ingredientes mais sofisticados, com custo de R$ 55,00 (almoço) e R$ 68,00 (jantar). Embora os menus estejam divididos em nas duas refeições, várias casas aceitam que o cliente escolha entre o menu de almoço e do jantar.

Esses valores chegam na conta com a sugestão do acréscimo de R$ 1,00, destinado à entidade social que o projeto apoia, neste caso a ONG Amigos da Vida que atua que em defesa dos direitos humanos de pessoas HIV positivo e presta cuidados às crianças órfãs que tenham a doença.

 Tornedor de filé mignon ao molho de três mostardas com batata rústica, de O Contemporâneo
Pescada com purê de maçã e molho de maracujá, do La Tambouille
Arroz de polvo com páprica e vinho, do Otro Parrilla
Torta de Creme de Avelã e Cacau, do Bla's
Entre os restaurantes participantes nesta edição estão Barbacoa, Bartolomeu, Bla’s, BSB Grill, D.O.C. Food and Wine Bar, Dudu Barr, Due Trattoria e Bruschetteria, El Negro, L’Entrecôte de Paris, La Tambouille, Le Jardin du Golf, Le Vin, Limoncello Ristorante, Magai,  Mercadito, Nau Frutos do Mar, Nebbiolo, O Contemporâneo, Olivae, Oliver, Otro Parrilla, Piantas Bistrô, Piccolo Emporium, Toro, Trattaria da Rosario, Villa Borghese, Villa Tevere, entre tantos.

Presente em mais de 15 cidades brasileiras, a Brasil Restaurant Week é um dos maiores festivais gastronômicos do mundo. Com o objetivo de oferecer boa gastronomia a preços democráticos, os restaurantes preparam, durante o evento, um menu especial no qual os clientes podem degustar uma entrada + prato principal + sobremesa por um preço fixo. “A RW é uma ótima oportunidade para os apreciadores da boa gastronomia provarem menus diferenciados e de qualidade, preparados por grandes e renomados chefs”, ressalta Fernando Reis, realizador da Restaurant Week brasileira. O chef Flavio Leste, anfitrião da noite de abertura do festival, destaca que o projeto não tem o propósito de aumentar os lucros dos restaurantes, mas é um evento de conceito, que busca oferecer a oportunidade de que novos públicos conheçam essas casas e sua gastronomia.

Saiba quais são os restaurantes participantes e conheça os menus no site oficial do Restaurant Week: 

Fotos: divulgação

Atualizado em 30/07/2017

Gauguin inspira Cantão

O Verão 2018 do Cantão traz o DNA da marca nas estampas exuberantes e o estilo descontraído nos cortes e modelagem, que remetem à informalidade carioca. A coleção tem referências nas obras do pintor francês Paul Gauguin, um reconhecido experimentador das cores, especialmente dos períodos em que viveu no Tahiti e na Martinica. E é esse sonho de fuga a uma ilha distante o tema da coleção Viagem ao Paraíso.
When Will You Marry?, pintado por Gauguin em 1892, e a estampa de verão do Cantão
Tempo para respirar e relaxar, ouvir os pássaros cantando na copa das árvores, dar um mergulho é a sensação que a marca quer transmitir em vestidos esvoaçantes, leves e românticos, "que ao longo da jornada ganham tons empoeirados, banhados pelo sol". Estampas com folhagens e florais acompanham prints gráficos e formas geométricas. Nos shapes, amarrações inspiradas nos sarongues da Polinésia Francesa.

Veja algumas das peças da coleção Viagem ao Paraíso, fotografadas com Ana Beatriz Barros e Amanda Wellsh em Jeriquaquara:

Cantão
Brasília Shopping

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Terapia de Casal

A trama em que a sogra se aproveita de uma crise do casal para detonar o genro, é o eixo da  comédia Terapia de Casal, montada pelo Grupo Amarração, que se apresenta nesta sexta-feira, 28 de julho no Teatro da Caesb em Águas Claras.
O texto é de Cleuza Brandão, que acredita que o público acaba identificando situações reais, o que envolve ainda mais o expectador: “sempre tem alguém que acaba ligando a peça a fatos reais gerando muitas outras reações, além de risadas”. Cassius Vantuile dirige o elenco, formado por José do Egito Jr, Eloísa Meireles, Márjori Moreira. Os ingressos custam R$ 50,00 e R$ 25,00 (meia entrada). 
  
A peça aborda a história de Marina e Otávio, que depois de um período de "lua de mel" após o casamento, entram em crise por causa das recusas de Otávio em ajudar nas tarefas domésticas. Na tentativa de salvar o casamento, Marina propõe uma terapia de casal, mas ele não aceita. Desesperada, ela pede ajuda à mãe, que vê ali uma oportunidade de massacrar o genro, que explora sua filha. A sogra inventa a chegada de uma famosa monja tibetana que promete uma terapia de casal alternativa. E se disfarça para cumprir seu objetivo.

Grupo Amarração

O grupo se consagrou no circuito de teatro corporativo e se lança agora aos teatros de bilheteria. Formado há 11 anos inicialmente por bancários e atores amadores, como parte de um projeto ligado ao desenvolvimento de recursos humanos da Caixa Econômica Federal, o grupo caminhou para a profissionalização, com diversos cursos com diretores renomados. Coordenado pela dramaturga Cleuza Brandão, o grupo possui mais de vinte espetáculos e peças teatrais apresentados no DF e em diversos estados, com textos sempre voltados para o humor.

Terapia de Casal
Teatro da Caesb, Águas Claras
28 de julho, às 21 horas
Ingressos - Inteira: R$ 50,00   Meia: R$ 25,00
Classificação: 14 anos

segunda-feira, 24 de julho de 2017

A confraria de chefs brasilienses lança a 5ª edição do Panelas da Casa com novas casas participantes e parceria com o projeto Bandoneón que irá realizar oficinas gastronômicas gratuitas no Terraço Shopping durante o período do festival. O evento acontece de 25 de julho a 13 de agosto na Capital.
Entrada do cardápio do restaurante Casa de Madeira
O projeto Bandoneón, do gastrônomo argentino Sebastián Parasole, envolve educação, comida, solidariedade e empreendedorismo. A ideia do veículo itinerante e sustentável, que funciona como uma cozinha móvel, é a de poder levar a gastronomia àqueles que buscam informação.
O truck idealizado por Parasole estará nas oficinas gratuitas: gastronomia e cultura
O evento, que tem como proposta valorizar a gastronomia e a produção local, oferece menus completos, criados para a ocasião, com entrada, prato principal e sobremesa, a R$ 49,00 por pessoa – almoço ou jantar.

Nesta segunda edição de 2017 participam Belini Café – The Coffee Experience; Belini Pães & Gastronomia; Bhumi Cozinha Orgânica e Saudável; Café Savana; Cantucci Bistrô; Carpe Diem; El Paso; Empório Árabe; Genghis Khan; Jamón Jamón; Nossa Cozinha Bistrô; Veloce e, pela primeira vez, Casa de Madeira Restaurante e Empório; C’est La Vie Bistrô & Creperia e Leo Cozinha Contemporânea.
 Os chefs no lançamento desta edição no Empório Árabe
O grande objetivo de valorizar os fornecedores da região se consolidou em parcerias com produtores locais, que fornecem os ingredientes para elaboração dos pratos. Para Alexandre Albanese, um dos idealizadores do festival, o evento não quer apenas movimentar a saúde financeira das casas participantes, o que é muito importante, mas quer também fortalecer a economia local. “Priorizando a compra de insumos de fornecedores do Centro-Oeste, continuamos a promover o que foi determinado desde o início do festival, um crescimento econômico em cadeia, desde o produtor até o restaurante”, declara.

Mais uma vez, a cervejaria Colombina, patrocinadora oficial do evento,  harmoniza suas criações com os pratos do festival. Cada menu foi cuidadosamente harmonizado com um dos rótulos da marca, que será sugerido por R$18,90, mesmo valor das edições anteriores.

Para saber mais:

O Panelas da Casa criado pelos empresários Andrei Prates, Mateus Takano e pelo chef Alexandre Albanese, acontece em duas edições anuais. A ideia do evento é fazer com que chefs, cozinheiros e restaurateurs exercitem toda sua criatividade, elaborando pratos saborosos com qualidade gourmet e que consigam expressar o conceito de cada casa, propiciando aos clientes uma experiência prazerosa, dentro de uma faixa de preço acessível.

Para conhecer os menus, acesse:
Facebook: \Panelas-da-Casa